(1) O senhor visitou Sara, como lhe dissera, e cumpriu o que havia prometido. (2) Sara engravidou e deu um filho a Abraão em plena velhice, no prazo indicado por Deus. (3) Abraão deu o nome de Isaque ao filho que Sara lhe deu. (4) Abraão circuncidou Isaque no oitavo dia depois do seu nascimento, conforme a ordem recebida de Deus. (5) Abraão tinha cem anos de idade quando nasceu seu filho Isaque.

(6) Sara disse na ocasião: “Deus me fez rir, e todos os que souberem disso vão rir comigo”. (7) E acrescentou: “Quem teria dito a Abraão que Sara amamentaria um filho? E a verdade é que dei um filho a Abraão, já em plena velhice!”
(8) Passou o tempo, e o menino cresceu. Quando foi desmamado, Abraão fez uma grande festa. (9) Mas Sara viu que o filho de Agar, a egípcia caçoava (“debochando”) de Isaque, (10) e pediu a Abraão: “Mande embora de casa essa escrava e o filho dela, porque o filho dessa escrava não será herdeiro junto com meu filho Isaque!”

(11) Abraão ficou muito perturbado, porque, afinal, Ismael era seu filho. (12) Mas Deus disse a Abraão: “Não se preocupe com o menino, nem com a escrava. Atenda ao que Sara diz, pois por meio de Isaque cumprirei as promessas que fiz a você. (13) Mas farei uma grande nação do filho da escrava, pois ele também é seu descendente”.
(14) No dia seguinte, Abraão levantou-se bem cedo, pegou alguns pães e uma vasilha cheia de água e os colocou sobre os ombros de Agar, e despediu-a com o menino. Ela saiu andando e ficou vagando pelo deserto de Bersebá.

(15) Quando acabou a água da vasilha, Agar colocou o menino debaixo de um arbusto (16) e foi sentar-se perto dali, à distância de um tiro de flecha, porque pensou: “Não quero assistir à morte do menino”. E ali ficou sentada, chorando amargamente. (17) Mas Deus ouviu a voz do menino e, do céu, o anjo de Deus chamou Agar e lhe disse: “O que aconteceu, Agar? Não tenha medo! Deus ouviu a voz do menino, de onde ele está. (18) Vamos! Levante o menino e segure-o pela mão, porque vou fazer dele um grande povo”. (19) Deus abriu os olhos de Agar, e ela viu um *poço de água. Foi lá, encheu a vasilha e deu água ao menino. (20) Deus abençoou o menino. Ele cresceu e viveu no deserto, e tornou-se um flecheiro.

  • Esse poço esta localizado na cidade de [1]Meca e é chamado de [2]Zamzam. O mesmo continua a jorrar água até nos dias de hoje.

(21) Ele habitou no deserto de Parã, e sua mãe arranjou um casamento para ele com uma mulher da terra do Egito.
(22) Nessa época, o rei Abimeleque (semita) e Ficol (não-semita), comandante do seu exército, vieram a Abraão e disseram: “Vemos claramente que Deus está com você em tudo que faz. (23) Jure então, diante de Deus, que não enganará nem a mim, nem aos meus filhos, nem aos meus descendentes. Trate a minha terra com a mesma bondade com que tratei você”.
(24) Abraão respondeu: “Eu juro!” (25) Mas Abraão apresentou uma reclamação a Abimeleque a respeito de um poço que os servos de Abimeleque lhe tinham tomado à força. (26) Respondeu-lhe Abimeleque: “Não sei quem fez isso. Você nunca me disse nada a esse respeito. Só fiquei sabendo disso hoje”.

(27) Diante disso, Abraão deu ovelhas e bois a Abimeleque para selar o acordo entre eles. (28) Quando Abraão separou sete ovelhas do rebanho, (29) Abimeleque lhe perguntou: “Por que você separou estas setes ovelhas?” (30) Abraão respondeu: “Dou estas sete ovelhas a você, como testemunho de que eu cavei este poço”. (31) Por isso aquele lugar foi chamado de Beseba, porque ali os dois fizeram um juramento. (32) Depois que foi firmado o acordo em [3]Bersebá, Abimeleque e Ficol, comandante do seu exército, voltaram para a terra dos [4]filisteus. (33) E Abraão plantou uma tamargueira em Bersebá e ali orou ao Senhor, invocando a presença do Deus Eterno. (34) Abraão morou na terra dos filisteus por muito tempo.

OBS: Atente-se aos símbolos * ou [], é para facilitar a compreensão do texto, onde estaremos explicando a fundo o significado das palavras em ordem numérica – O significado você vai encontrar logo após o parágrafo, ou no final da página com título de “Saiba Mais”.

REFLEXÃO E APRENDIZAGEM:

Poxa! Abraão abandou seu filho Ismael? Não!
E Deus mandou Abraão abandonar Hagar e seu filho? Também Não!

Vamos à interpretação do texto…

Quando Deus disse que Isaque seria a descendência de Abrão, não estava dizendo que o outro filho deveria ser renegado. Deus estava apenas dando mais detalhes com respeito à Sua promessa feita anteriormente de prover um descendente de Abraão. A promessa de Deus não estava na vida de Ismael e sim na vida de Isaque, e Deus apenas continuou com a sua palavra, como sempre Ele nunca volta atrás no que diz! A existência de Ismael foi culpa da própria Sara que não soube esperar pelo cumprimento da promessa.

Uma coisa é certo Abraão e Sara por um minuto se esqueceram da promessa de DEUS, a briga de Sara e Hagar, Deus via que era erra, mas, DEUS não intervia porque ele deu livre arbítrio aos homens, somos livres para pensar, formar opinião, decidir, em fim…

Mas Deus nunca abandou o menino, afinal Ele também é fruto da criação divina, assim como eu e você. Deus permitiu que ele viesse ao mundo e por ser filho de Abrão também foi feito dele um grande povo (Árabes – onde a religião predominante é o Islã).

Em Gênesis 25:9 veremos que Abrão, não perdeu contato com Ismael, pois na sua morte, os dois filhos o enterraram.

Quando Abraão ouviu Deus e dispensou Hagar e Ismael, vemos mais uma vez a fé de Abraão. Ele confiou em Deus. Não diz na história bíblica que Abraão preferia Isaque ao Invés de Ismael…

Devemos perceber que Abraão vivia em tempos diferentes dos nossos, hoje em dia damos muita atenção às coisas materiais “$$$$$$$”. Naquela época viviam mais em função das espiritualidades. O amor por Deus devia ser o principal fator de felicidade. Hoje em dia é difícil ver espiritualidade, e sim materialismo por isto o mundo está como está.
Acredito que o dia que o homem colocar DEUS, como antigamente, acima de tudo, teremos um mundo melhor.

A BÍBLIA NA ATUALIDADE:

Quando Ismael estava quase para morrer o Senhor ouviu a voz do menino e enviou um anjo para o socorrer. Este anjo no alcorão é citado como “Anjo Gabriel”. Quando Agar abriu os olhos, ali estava um poço abundante de água limpa, foi assim que sobreviveram e Ismael virou o pai de uma grande nação na terra com sua esposa egípcia que habitava ali.

Este local onde o anjo mostrou aos dois ainda existe e esta localizado próximo ao local de peregrinação dos muçulmanos na Arabia Saudita em Meca, e este poço é chamado de “Zamzam” pelos árabes. Exatamente o país onde Ismael cresceu e deu essa imensa descendência dos atuais ÁRABES.

Diferente de Isaque, os árabes não seguiram o cristianismo e sim através do profeta “Maomé” (veio depois de Jesus Cristo) se criou uma nova religião também seguidas por muitos hoje: Islãmismo, mais conhecido como MUÇULMANOS.

Vou citar algumas diferenças entre estas duas religiões: Os Árabes-muçulmanos não creêm que Jesus é filho de Deus e nem que Jesus Cristo veio em missão de salvar nossas almas do pecado através do batismo. Porém no alcorão, que é a “bíblia” dos muçulmanos é citado que eles devem respeitar os cristãos como se fossem irmãos deles afinal as duas religião acreditam apenas em um só Deus.

REFLEXÃO ESPIRITUAL:

Podemos notar que tudo que vem lá do passado, influenciam até nos dias de hoje. Uma ação cometida por “não esperar o tempo certo” pode ser carregada até o fim da nossa vida. Uma decisão requere sabedoria e discernimento e a aprovação de Deus. Se Deus confirma, tudo ficará bem, caso contrário não vá contra pois precisamos estar seguros de todas as decisões que tomamos. E quando estaremos seguros? Quando Deus permitir. BUSQUE A PALAVRA!


  • SAIBA MAIS –
    Não pense que as cidades e locais citados na Bíblia simplesmente sumiram do mapa, elas existem ainda. Vamos entender melhor sobre eles nos dias atuais. O passado ainda existe!

[*1] Meca é uma cidade da Arábia Saudita considerada a cidade mais sagrada para a religião islâmica, e seus adeptos costumam orar voltados para ela. A entrada na cidade, no entanto, é proibida a pessoas que não-muçulmanos (kafir).Foi também onde Ismael cresceu.

[*2] Zamzam (árabe: زمزم) significa: Abundante. Possui 35 metros de profundidade e é coberto por uma cúpula. Segundo à crença islã este poço foi aberto pelo Anjo Gabriel, para salvar Agar e seu filho Ismael de morrer de sede no deserto, por isso também é conhecido pelo nome de “Poço de Ismael”, milhões de peregrinos visitam o poço a cada ano durante a realização do Hajj, e bebem de suas águas, considerada medicinal. O Hajj só pode ser efetuada uma vez por ano, entre o oitavo e o décimo dia do mês de Dhu al-Hijja, o último mês do calendário islâmico.

[*3] Bersebá significa: Poço do juramento ou setes poços. Localizada na segunda maior cidade na região sul de Israel. Possivelmente estes foram os mesmos poços que eles e seus servos cavaram. São de forma circular. O mais largo tem 3,8 metros de diâmetro e aproximadamente 20 metros de profundidade.

[*4] Os filisteus são conhecidos também por “Os Povos do Mar” porque eles atacaram pelo mar e também por “peleset” (egípcios) são, provavelmente, parte de uma confederação de grupos de povos, originária da região do Mar Egeu e de Creta (Caftor – Am 9.7; Jr 47.4). Raiz de Noé linhagem de Cam. Golias foi um filisteus. É legítimo o relato da época do Êxodo, mencionando os filisteus localizados na rota do povo e na terra de Canaã, uma referência aos caftoristas que se encontravam ali há séculos. Os Filisteus desapareceram da História. Um povo inteiro deixou de existir. Ainda se debate como e por quê isto aconteceu. Alguns acreditam que eles foram culturalmente assimilados durante a sua estadia na Babilônia.

[*] Povos semitas são descendentes de Sem e os não-semitas são descendentes de Cam – Filhos de Noé.

[*] Canaã é a antiga denominação da região correspondente à área do atual do Estado de Israel (inclusive as Colinas de Golã), da Faixa de Gaza, da Cisjordânia, de parte da Jordânia (uma faixa na margem oriental do Rio Jordão), do Líbano e de parte da Síria (uma faixa junto ao Mar Mediterrâneo, na parte sul do litoral da Síria) (Números 34:1-15 e Deuteronômio 3:8)


Deus abençoe a todos vós!

  • Se você gostou, ajude a divulgar nossa página curtindo e compartilhando no Facebook:Metamorfose Cristã
Anúncios