LIVROS DA BÍBLIA NO ANTIGO TESTAMENTO ( AT ) OU VELHO TESTAMENTO ( VT )

LIVROS PENTATEUCOS / TORÁ

São os cinco primeiros livros da Bíblia, estes são chamados de “Pentateuco”. Para os judeus, esses livros são chamados de Torá. Neles encontramos desde a criação do mundo até a Lei de Deus dada por Moisés ao povo de Israel.

Todos estes livros foram escritos por Moisés, os Pentateucos são:

GÊNESIS

Significa “Começo ou Origem”, este livro mostra como tudo era “no principio”, faz uma narrativa da criação, contando como tudo o que existe desde o seu começo, como surgiram os seres humanos, o pecado e o sofrimento, conta como Deus no começo apareceu ás pessoas, cita a relação de Deus com o homem e da promessa de Deus a Abraão e seus descendentes.

ÊXODO

Significa “Saída ou Partida”, conta do acontecimento mais importante da história do povo de Israel, isto é, a saída dos israelitas do Egito, onde eram escravos. Deus livrou os israelitas de uma vida de penúrias e escravidão no Egito. Deus fez um pacto com eles e lhes deu leis para ordenar e governar sua vida.

LEVITÍCO

Significa “Pertencente aos Levitas” e tem esse nome por que foi a Tribo de Levi, a tribo dos sacerdotes, que criou esse livro (Levi era o nome de um dos 12 filhos de Jacó/Israel). O nome é apropriado, visto que os sacerdotes israelitas eram levitas e o livro fala sobre o ministério desses sacerdotes. Nele estão as Leis e os mandamentos que Deus mandou Moisés dar ao povo de Israel, especialmente as leis a respeito das reuniões de adoração, dos sacrifícios que o povo devia oferecer a Deus e os deveres dos sacerdotes.

NÚMEROS

Se chama assim por que tem os registros, o censo (numeração) de Israel naquela época. Neste livro existe duas contagem do povo, a primeira foi quando os israelitas saíram do Egito e a outra feita quarenta anos mais tarde, antes de entrar na terra de Canaã. Vemos neste livro que os Israelitas vagaram pelo deserto durante quarenta anos, antes de entrar em Canaã, “A Terra Prometida”.

DEUTERONÔMIO

É derivado da palavra grega “Deuteronômio” que significa “Segunda Lei” ou “Repetição da Lei”. (mish•néh hat•toh•ráh), corretamente traduzida por “Cópia da Lei”. Neste livro vemos a repetição da Lei, nele estão os discursos que Moisés fez quando o povo de Israel estava na Terra de Moabe, a leste do rio Jordão depois de terem caminhado quarenta anos pelo deserto, os israelitas estavam prontos para atravessarem o Jordão e tomarem posse da terra de Canaã. Moisés pronunciou três discursos de despedida pouco antes de morrer. Neles recapitulou com o povo, todas as leis de Deus para os israelitas. O nome do livro expressa essa “Recapitulação, Repetição, Segunda Lei”.

LIVROS HISTÓRICOS

São os livros históricos que narram à história do povo de Israel na conquista da palestina, a terra prometida. Histórias de grandes Reis como Davi e Salomão, as guerras entre o povo israelita e os povos inimigos de Deus, entre outros. O estudo desses livros é importante para termos uma melhor compreensão não só sobre os conflitos atuais entre Israel e Palestinos, mas também para sabermos quem é Israel e o que ele representa para as demais nações do mundo.

JOSUÉ

O nome significa “Jeová é Salvação ou A Salvação é Deus”. Tem o mesmo sentido que Jesus. Este livro foi escrito por Josué, mas os últimos capítulos foram escritos por Finéias. O personagem principal do livro é Josué. O livro de Josué conta a história de como os Israelitas invadiram a terra de Canãa e passaram a morar nela. A conquista de Canaã foi comandada por Josué, que ficou no lugar de Moisés após sua morte, Josué ficou como guia do povo de Deus e foi o líder dos exércitos israelitas em suas vitórias sobre seus inimigos, os cananeus. O livro termina descrevendo a divisão da terra entre as doze tribos de Israel.

JUÍZES

Conta a história de Israel desde a conquista da terra de Canaã até começo da Monarquia. Neste tempo surgiram os “juízes”, que eram principalmente chefes militares, mas também resolviam as questões legais do povo. Nesta época os Juízes de Israel eram lideres durante emergências, em outras palavras os Juízes eram os governantes desse povo na época (Sansão foi um dos juízes). Os israelitas constantemente desobedeciam a Deus e caíam nas mãos dos países opressores, Deus constituiu juízes para livrá-los da opressão. Período dos Juízes de Otoniel a Samuel, logo após a morte de Josué o povo fazia o que bem lhe parecia, e quando surgia algum problema Deus Levantava um Juiz para julgá-los e liderá-los.

RUTE

Hebraico e significa “Bela Companheira”. Conta à história de Rute uma jovem do País de Moabe que casa-se com um israelita. Esta história se passa no tempo em que o povo de Israel era governado por juízes. O livro recebe o nome de seu personagem principal (Rute), sua biografia é contada em sua pequena história. O amor e a dedicação de Rute a sua sogra Noemi, são o tema deste livro. Rute era bisavó do Rei Davi.

I SAMUEL / II SAMUEL

Hebraico e significa “Foi Chamado Pelo Senhor”. Samuel é um dos protagonistas do livro, embora o livro conte acontecimentos após a morte dele. Em 1 Samuel o livro recebe esse nome não somente porque é a figura principal na primeira parte, mas também porque ele ungiu os reis Saul e Davi, os principais personagens. Ele registra a passagem do período dos Juízes para o dos Reis. Esta mudança na vida da nação de Israel gira principalmente em torno de três nomes: Samuel (Profeta), Saul (Rei) e Davi (Rei).

Em 1 Samuel vemos que Samuel foi o líder de Israel no período compreendido entre os juízes e Saul (o primeiro rei). Quando a liderança de Saul falhou Samuel ungiu a Davi como rei e este foi o primeiro rei de Judá. Em 2 Samuel: Vemos a continuação do 1 Samuel que sob o reinado de Davi, a nação se unificou e se fortaleceu. No entanto, depois dos pecados de Davi (adultério e assassinato), tanto a nação como a família do rei sofreram muito. E em 2 Samuel, embora Samuel não estivesse vivendo durante essa época, este livro recebeu o seu nome porque foi ele quem ungiu a Davi, o personagem principal de 2 Samuel.

I REIS / II REIS

Estes dois livros contam a história dos reis de Israel. Em 1 e 2 Reis o livro recebeu este nome porque é a história dos reis que governaram sobre Israel e Judá, no 1º Livro dos Reis a história começa nos livros de Samuel e em 2º Livros dos Reis, é a continuação da história dos 2 reis de reinos israelitas. Em 1 Reis, este livro inicia com o reinado de Salomão em Israel, depois de sua morte o reino se dividiu em consequência da guerra civil entre o norte e o sul, resultando no surgimento de duas nações, Israel no norte e Judá no sul. Em 2 Reis: Israel foi conquistada pela Assíria e Judá pela babilônia, estes acontecimentos foram considerados como um castigo ao povo pela desobediência às leis de Deus.

I CRÔNICAS / II CRÔNICAS

Conta outras histórias (crônicas) sobre o povo e Israel e receberam este nome porque fazem uma crônica da história do povo de Deus de Gênesis até Reis. O título usado na Bíblia hebraica significa os relatos dos dias, (Crônica significa narração curta). O Primeiro Livro das Crônicas, conta novamente os acontecimentos já registrados nos livros de Samuel e Reis. Este livro inicia com a linhagem de Adão até Davi, depois, conta os acontecimentos do reinado de Davi. E o Segundo livro das Crônicas é a continuação do Primeiro Livro das Crônicas, começa com a narração dos acontecimentos do reinado de Salomão em Israel e Judá. Este livro abrange o mesmo período que 2 Reis, mas com ênfase em Judá, o reino do sul, e seus governantes, relatando os reinos de Judá e Efraim, suas atitudes positivas e negativas até o cativeiro babilônico.

ESDRAS

Hebraico e significa “Aquele Que Socorre”. O nome é atribuído a seu autor respectivo. O livro de Esdras é continuação do Segundo livro de Crônicas. Ele descreve a volta de alguns israelitas que estavam prisioneiros na Babilônia, a vida deles em Jerusalém e as adorações no templo. Depois de cativo na babilônia por algumas décadas, o povo de Deus retornou a Jerusalém. Um de seus líderes era Esdras. Este livro contém advertências que Esdras fez ao povo para que este seguisse e honrasse a lei de Deus.

NEEMIAS

Significa “Deus Consola”. O nome é atribuído a seu autor respectivo. Este livro pode ser dividido em três partes 1º A história da reconstrução das muralhas de Jerusalém, dirigidas por Neemias, 2º A leitura por Esdras da Lei de Deus e a confissão do pecado pelo povo, ele também colaborou com Esdras para restaurar o fervor religioso do povo. 3º Outras atividades de Neemias como governador de Judá. Neemias: Depois do templo, também foi reconstruída a muralha de Jerusalém.

ESTER

Hebraico significa “Estrela”. O nome é atribuído a sua protagonista (não se sabe ele foi escrito por sua respectiva autora). Este livro conta a história de Ester, a moça judia que se torna rainha por causa do seu casamento com Xerxes, rei da Pérsia. Ester denunciou um complô que visava destruir o seu povo (Israel), com isso ela evitou que seu povo fosse exterminado.

LIVROS POÉTICOS

Chamados de Poéticos porque tratam profundamente de assuntos universais da humanidade, elaborados em estilo poético, vem do Grego “poeisis”. É a arte de escrever em versos, um pequeno poema, caráter do que desperta o sentimento do belo, inspiração, graça. O livro de Jó traz um grande exemplo de paciência e esperança em Deus. Salmos é repleto de louvores que expressam a grandeza e a misericórdia de Deus. Provérbios e Eclesiastes são livros que contém ensinamentos e conselhos para nossa vida.

Significa “Voltado Sempre Para Deus”. O nome é atribuído a seu protagonista (não se sabe ele foi escrito por seu respectivo autor). O livro de Jó traz um grande exemplo de paciência e esperança em Deus. Ele trata do sofrimento humano, Jó era um homem bom, rico e feliz, mas Deus permitiu que da noite para o dia perdesse os filhos e tudo que tinha e que fosse atacado por uma doença dolorosa. Depois Jó e seus amigos conversam, procurando achar a explicação para tanta desgraça. No fim Deus aparece e dá a resposta, sobre a justiça de Deus e recompensa. A pergunta “por que sofrem os inocentes?” é tratada nessa historia.

SALMOS

Salmo significa “Louvor” é o livro de hinos e de orações da Bíblia. Cada salmo é um hino que foi escrito na época, coletânea de Orações cantadas (Salmos vem de uma palavra grega que significa uma canção cantada com acompanhamento de um instrumento de cordas). O título hebraico do livro significa “Canção de Louvor”.

Salmos é repleto de louvores que expressam a grandeza e a misericórdia de Deus. Os salmos foram escritos por diferentes autores durante um período de mais ou menos oitocentos anos e foram usados pelo povo de Israel nas suas reuniões de adoração a Deus. Jesus cantou salmos e os citou em várias vezes. Em Salmos temos 150 orações e abrangem todo o campo das emoções humanas, desde a alegria até o ódio, da esperança até o desespero.

PROVÉRBIOS

Significa “Parábolas ou Ditado Popular”. É uma coleção de vários provérbios escritos por Salomão. O título hebraico deste livro significa “Provérbios de Salomão”. Provérbios é um livro que contém ensinamentos e conselhos para nossa vida, é um livro de sabedoria prática. Ensina que a religião está ligada aos problemas comuns da vida. Começa lembrando que “Para ser sábio, preciso primeiro temer a Deus”. Trata-se também de assuntos de moral, acerca de como viver uma vida reta. Em Provérbios o principal autor foi Salomão, mas também tem textos de outros autores.

ECLESIASTES

Significa “Pregador”. Eclesiastes é um livro que contém ensinamentos e conselhos para nossa vida, assim como Provérbios. No livro de Eclesiastes estão registrados os pensamentos do “sábio”, um homem que meditou profundamente sobre a vida humana, com suas injustiças e decepções, e concluiu que “tudo é ilusão”. O Eclesiastes é o livro do homem sem Deus. Deus não acusa esse homem, mas, deixa que ele fale dos seus sucessos e insucessos, do seu pessimismo e seu otimismo da sua esperança e desespero.

CANTARES DE SALOMÃO / CÂNTICOS DOS CÂNTICOS 

O título do livro, significa “A Canção Suprema”. É uma coleção de poemas de amor, canção de amor sobre Salomão e sua esposa, eram hinos para serem cantados em casamentos. Em Cantares de Salomão como este poema descreve o gozo e o êxtase do amor, simbolicamente tem sido aplicada ao amor de Deus por Israel e ao amor de Cristo pela igreja, uma simbologia entre Cristo e seu povo.

LIVROS PROFÉTICOS 

Há uma divisão dos livros proféticos em profetas maiores e profetas menores. Esta divisão é feita com base no tamanho da obra e não na importância deles. Também não é levando em conta a importância da mensagem, já que todos foram inspirados pelo Espírito Santo, ocorre que os profetas maiores, profetizaram mais ou deixaram mais escritos sobre as suas profecias.

PROFETAS MAIORES

São cinco os Profetas maiores, este é o primeiro conjunto de cinco livros dos profetas no Antigo Testamento é chamado de “profetas maiores” por causa do volume do seu conteúdo literário. É o conjunto dos mais extensos livros proféticos do Antigo Testamento da Bíblia cristã. O fato de o livro ter o nome “Profetas Maiores” nada tem a ver com a “importância” da mensagem, já que todos foram inspirados pelo Espírito Santo, o que acontece é que os profetas maiores “profetizaram mais” ou “deixaram mais” escritos sobre as suas profecias.

ISAÍAS

Significa “A Salvação É Deus”. Foi escrito pelo Profeta Isaías. É um dos maiores profetas do Antigo Testamento, anunciou suas mensagens ao povo do reino de Judá e aos moradores da Cidade de Jerusalém. O profeta Isaías trouxe a mensagem do juízo de Deus às nações, anunciou um rei futuro, à semelhança de Davi, e prometeu uma era de paz e tranquilidade. Um dos livros que fala mais diretamente sobre a vinda do Messias (Cristo).

JEREMIAS

Significa “Sublime É Deus”. Foi escrito pelo Profeta Jeremias. O profeta Jeremias era de uma família de sacerdotes, anunciava as mensagens de Deus e morreu provavelmente no Egito. Muito antes da destruição de Judá pela babilônia, Jeremias predisse o juízo de Deus. Embora sua mensagem seja de destruição, Jeremias também falou do novo pacto com Deus.

LAMENTAÇÕES / LAMENTAÇÕES DE JEREMIAS

Foi escrito pelo Profeta Jeremias quando ele estava preso, é uma coleção de cinco poemas, são lamentos/choro pela destruição da cidade de Jerusalém. Jerusalém caiu cativa da babilônia. Este livro registra cinco “lamentos” pela cidade caída.
De Ezequiel até João, todos os livros abaixo tem esse nome porque receberam o nome do autor.

EZEQUIEL 

Significa “Deus fortalece”. No tempo do profeta Ezequiel a cidade de Jerusalém foi tomada pelos babilônios. A mensagem de Ezequiel foi dada aos judeus cativos na babilônia, Ezequiel usou histórias e parábolas para falar do juízo, da esperança e da restauração de Israel. Enquanto Jeremias profetizava em Jerusalém ao povo que ficou, Ezequiel profetizou na Babilônia, utilizava-se de mímica e simbologias para profetizar.

DANIEL 

Significa “Deus é Meu Juiz”. O livro de Daniel relata a história de quatro jovens que foram levados cativos para a Babilônia, enfrentaram a fúria dos reis e se tornaram príncipes, segue-se uma série de visões simbólicas do futuro até a vinda do messias. Este livro foi escrito em tempos de perseguição e sofrimento para o povo judaico, Daniel se manteve fiel a Deus, mesmo enfrentando muitas pressões quando cativo na Babilônia. Este livro inclui as visões proféticas de Daniel.

PROFETAS MENORES

São conhecidos como Profetas Menores os doze últimos Livros proféticos do Antigo Testamento. Eles são assim conhecidos pelo seu pequeno volume literários, em outras palavras são livros pequenos.

OSÉIAS 

Significa “Salvador É Deus”. Oséias é chamado o profeta com o coração quebrantado. O profeta Oséias anunciou a mensagem de Deus ao povo de Israel, o Reino do Norte, depois do tempo do profeta Amós. Em Oséias vemos sua experiência conjugal, em que ele era dedicado a sua esposa, mesmo sabendo que ela era infiel á ele. Ilustra-se o adultério que Israel tinha cometido contra Deus e para mostrar como o fiel amor de Deus pelo seu povo nunca muda.

JOEL

Significado do nome “Jeová é Deus”. O ponto de partida da mensagem do profeta Joel é a terrível praga de gafanhotos e a seca que arrasaram a terra de Judá. Depois de uma praga de gafanhotos, Joel adverte o povo para que se arrependa.

AMÓS

Significa “Vigoroso”. Amós era pastor de ovelhas em Tecoa, pequena cidade de Judá, o Reino do Sul, mas foi chamado por Deus para anunciar a sua mensagem em Israel, o Reino do Norte. Durante os tempos de prosperidade, este profeta de Judá pregou aos ricos líderes de Israel sobre o juízo de Deus, insistia em que pensassem nos pobres e oprimidos, antes de pensarem em sua própria satisfação.

OBADIAS 

Obadias significa “Servo do Senhor”. Conta este livro que Jerusalém foi conquistado pelos Babilônios. Os Edomitas povo que morava no País de Edom, ao sul de Judá. Obadias profetizou o juízo sobre Edom, um país vizinho de Israel.

JONAS 

É um nome de Origem Hebraica, significa “Pombo”. O livro de Jonas, conta a história de um profeta desobediente. Deus mandou que ele fosse pregar na cidade de Nínive a capital do grande império da Assíria. Nínive era a nação inimiga mortal do povo de Israel. Jonas não queria pregar para a gente de Nínive, quando finalmente levou a mensagem pregada por Deus, seus habitantes se arrependeram.

MIQUÉIAS 

Este nome significa “Quem é como Jeová ou Aquele que é como Deus”. Miquéias, um profetas que viveu no tempo de Isaías, natural de uma pequena Cidade de Judá, o Reino do Sul. A mensagem de Miquéias para Judá era de juízo, em vez de perdão, esperança e restauração. Especialmente notável é um versículo em que resume o que Deus requer de nós (6.8).

NAUM 

Este nome significa “Consolo”. O profeta Naum, viveu na mesma época em que viveram os profetas Habacuque e Sofonias. O livro de Naum é uma poesia sobre a queda de Nínive. Naum anunciou que Deus destruiria o povo de Nínive por sua crueldade na guerra.

HABACUQUE 

Este nome significa “Aquele que abraça”. Este livro apresenta um diálogo entre Deus e Habacuque, sobre a justiça e o sofrimento, os planos de Deus quando o mal parece prosperar. O livro termina com uma oração em forma de salmos em que Habacuque louva a grandeza de Deus, e ao mesmo tempo mostra a sua fé Nele. O profeta Habacuque viveu na mesma época em que viveram Sofonias e Naum.

SOFONIAS 

Este nome significa “Jeová Protege ou Deus Dá Proteção”. Este profeta anunciou o dia do Senhor, que traria juízo a Judá e as nações vizinhas. Esse dia que viria seria de destruição para muitos, mas os poucos que ficassem sempre fiéis a Deus, sobreviveriam para abençoar o mundo inteiro. Sofonias viveu na mesma época em que viveram os profetas Naum e Habacuque.

AGEU 

Significa “Alegria”. Relata os israelitas começaram a voltar da Babilônia, onde tinham vivido como prisioneiro. Ageu depois que voltou do exílio advertiu o povo para que dessem prioridade a Deus e reconstruíssem em primeiro lugar o templo antes de reconstruírem suas casas.

ZACARIAS 

Este nome significa “Deus se Lembra”. No livro de Zacarias é um profeta que estava entre os israelitas que voltaram para Jerusalém do cativeiro na Babilônia. Assim como Ageu, Zacarias instou o povo a reconstruir o templo, assegurando-lhes a ajuda e benção de Deus. Suas visões apontavam para um futuro brilhante.

MALAQUIAS 

Este nome significa “Meu Mensageiro”. Após o retorno de exílio, o povo voltou a cuidar de sua vida religiosa. Malaquias passou a inspirá-los novamente, falando-lhes do “dia do Senhor”, anunciando as mensagens de Deus ao povo de Judá, depois de ter sido reconstruído o templo de Jerusalém. Deus ficou 430 anos sem falar com o homem.

LIVROS DA BÍBLIA NOVO TESTAMENTO (NT)

OS EVANGELHOS

Os 4 evangelhos foram escritos por Mateus, Marcos, Lucas e João. Cada um deles foi destinado a um povo, levando em conta o conhecimento que cada povo tinha de Deus ou de Jesus Cristo.

MATEUS

Significa “Oferta De Deus”. O evangelho de Mateus foi escrito para os judeus e tinha como propósito mostrar que Jesus era o messias enviado por Deus. O Salvador que Deus havia prometido enviar ao mundo, o Evangelho começa com a lista dos antepassados de Jesus ligando-o assim a história do povo de Deus.

MARCOS

Significa “O Grande Orador ou Servidor De Marte”. O Evangelho de Marcos foi escrito para os romanos e apresenta Jesus como servo. Nele se dá a boa notícia a respeito de Jesus Cristo, fazendo notar principalmente a sua atividade. Este Evangelho começa com o batismo de Jesus no Rio de Jordão por João Batista e termina com a ressureição de Jesus.

LUCAS

Significa “Luz”. O Evangelho de Lucas foi escrito para os gentios e teve como propósito mostrar Jesus como o Salvador. O Evangelho de Lucas começa no templo de Jerusalém onde o anjo de Deus anuncia ao sacerdote Zacarias que ele e Izabel, a sua mulher, vão ter um filho, e termina também no templo onde os seguidores de Jesus passam o tempo louvando a Deus.

JOÃO

Significa “Deus é Gracioso”. O Evangelho de João foi escrito para a igreja e teve como propósito mostrar que Jesus é o filho de Deus. O Evangelho de João é diferente dos outros, neste evangelho Jesus é apresentado como a Palavra de Deus, o Verbo Divino, que existiu desde a eternidade.

O LIVRO HISTÓRICO 

O livro de Atos é um relato do inicio da igreja de Jesus Cristo na terra.

ATOS DOS APÓSTOLOS

Este livro continua a história de Jesus e da boa notícia do Evangelho, história que começa no Evangelho de Lucas.

CARTAS DE PAULO

As cartas de Paulo são ensinamentos valiosíssimos para a igreja atual. Nela encontramos um vasto ensino sobre a salvação, o papel da igreja e não poucas vezes exortações sobre como ter uma vida santa perante Deus. O nome Paulo, significa “De Estatura Baixa ou Pequeno”.

ROMANOS

Escrita pelo apostolo Paulo aos habitantes de “Roma”. A carta de Paulo aos Romanos, onde o apóstolo Paulo procurou anunciar a boa notícia de salvação por todo o império romano. Na segunda parte da carta Paulo mostra como os cristãos devem tratar uns aos outros e quais são os seus deveres para com as autoridades. A carta termina com uma série de saudações pessoais e uma oração de louvor a Deus.

I CORÍNTIOS e II CORÍNTIOS 

Escritas pelo apostolo Paulo aos habitantes de “Corinto”. Primeira carta de Paulo aos Coríntios e Segunda Carta de Paulo aos Coríntios, Paulo termina a carta com amor e carinho.

GÁLATAS

Escrita pelo apóstolo Paulo aos habitantes da “Galácia”, uma província Romana. A carta de Paulo ao Gálatas, todos os cristãos de todos os tempos devem se lembrar sempre dessa declaração do apóstolo: “Cristo nos libertou para que sejamos de fato livres. Por isso continuem firme nessa liberdade e não se tornem novamente escravos.” (Gálatas 5:1)

EFÉSIOS

Escrita pelo apóstolo Paulo aos habitantes de “Éfeso”. A carta de Paulo aos Efésios é a fim de ilustrar a união do povo de Deus, o apóstolo usa três figuras para a Igreja: “A de um corpo do qual Cristo é o cabeça” – “A de um edifício do qual Cristo é a Pedra fundamental” e “A de um casal, no qual a igreja é a esposa e Cristo é o esposo”.

FILIPENSES

Escrita pelo apóstolo Paulo aos habitantes de “Filipos”. A Carta de Paulo aos Filipenses é com um carinho todo especial que Paulo se despede dos seus queridos.

COLOSSENSES 

Escrita pelo apóstolo Paulo aos habitantes de “Colossos”. Um povo que estava se rendendo ao paganismo (adoravam outros deuses).

I TESSALONICENSES / II TESSALONICENSES

Escritas pelo apóstolo Paulo aos habitantes de Tessalonica. Primeira carta de Paulo aos Tessalonicenses e Segunda Carta de Paulo aos Tessalonicenses é nesta carta que se encontra o famoso ditado “quem não quer trabalhar não coma” (2 Tessalonicenses 3:10)

I TIMÓTEO / II TIMÓTEO 

Escritas pelo apóstolo Paulo a seu amigo Timóteo. Primeira e Segunda carta de Paulo a Timóteo, “Combati o bom combate, completei a carreira e guardei a fé.” Carta de Paulo a Tito, Diz que a vida cristã se torna possível por causa da bondade e do amor de Deus que nos salvou, não porque fizemos alguma coisa boa, mas por causa da sua própria misericórdia. Timóteo significa “Que Honra a Deus”.

TITO 

Significa (latim) “Pombo Selvagem” e (grego) “Temente A Deus”. Escrita pelo apóstolo Paulo a Tito. Carta de Paulo a Tito, diz que a vida cristã se torna possível por causa da bondade e do amor de Deus que nos salvou, não porque fizemos alguma coisa boa, mas por causa da sua própria misericórdia.

FILEMOM

Significa “Que Ama”. Carta escrita pelo apóstolo Paulo a Filemon. Esta pequenina carta é um belo exemplo de cortesia e carinho, Paulo não discute os direitos que a lei daquele tempo davam ao dono de um escravo.

CARTAS DE OUTROS APÓSTOLOS 

Essas cartas tem como autores os demais Apóstolos de Jesus Cristo – Pedro, João, Tiago e Judas.

HEBREUS 

Foi escrita a todos que falavam hebraico, “Cartas Aos Hebreus”, os cristãos a quem este livro este livro foi escrito eram de origem judaica e é por isso que o livro é chamado de cartas aos hebreus. Foi escrito claramente para ouvintes conhecedores das Escrituras do Velho Testamento e especialmente dos rituais de sacrifícios da Velha Lei. Eles tinham sofrido perseguição, como resultado de sua fé e alguns, provavelmente desanimados por suas tribulações ou em dúvida sobre seu compromisso com Cristo.

TIAGO

Significa “Que Suplantou – Quer dizer “Vencer, abater, prostrar: O lutador suplantou o adversário”. Escritas por Tiago. Carta de Tiago (irmão de Jesus), o autor chama a si mesmo de “mestre”. A Carta de Tiago foi escrita a todos os cristãos do seu tempo e trata de assuntos práticos da vida cristã.

O autor fala de pobreza e riqueza, tentação, preconceito, o falar e o agir, o criticar, orgulho e humildade, paciência, oração e fé. Ele põe acima de tudo a necessidade de não somente crer como também agir. Não adianta nada alguém dizer que tem fé se não provar por meio das suas ações que a sua fé é viva e verdadeira. “Portanto, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem ações está morta.” (Tg 2:26).

I PEDRO / II PEDRO

Significa “Pedra, Rocha”. Escritas por Pedro, Primeira e Segunda carta de Pedro. A Segunda Carta de Pedro foi escrita a todos os cristãos do seu tempo. Ela trata de falsas doutrinas que estavam sendo espalhadas entre eles. Os falsos mestres não somente ensinavam coisas erradas como também se entregavam a todo tipo de imoralidades e vícios e procuravam arrastar os outros consigo.

O apóstolo avisa os leitores do perigo que eles correm e os anima a ficar firmes na fé e na vida de pureza e dedicação a Deus. Esses falsos mestres também zombavam da esperança que os cristãos tinham de que Cristo iria voltar; por isso o apóstolo afirma que de fato o Senhor voltará. Contudo, por ser bondoso, ele tem paciência “porque não quer que ninguém seja destruído, mas que todos se arrependam” – “Façam o possível para estarem em paz com todos, sem mancha e sem culpa diante dele e fiquem esperando aquele dia abençoado em que haverá um novo céu e uma nova terra, onde mora a justiça.” (3:13:14)

I JOÃO / II JOÃO / III JOÃO 

Significa “Deus é Gracioso”. Escritas por João, a Primeira, Segunda e Terceira carta de João. “O sangue de Jesus é a nossa justiça, o amor de Deus para conosco é o amor que devemos ter uns para com os outros. Deus é amor e quem vive no amor vive unido com Deus e Deus vive unido com ele.”

JUDAS

Significa, “Abençoado ou “Louvado”, o mesmo que “Judá”. Ao contrário que muitos pensam, essa carta NÃO foi escrita pelo Judas que traiu Jesus, (O Judas que escreveu o livro de Judas, não é o traidor, o Judas autor desse livro era o irmão de Jesus e de Tiago), afinal esse nome era comum entre os Judeus. Carta de Judas, esta carta foi escrita aos cristãos em geral para preveni-los contra os falsos mestres que estavam espalhando ideias erradas nas igrejas.

O LIVRO PROFÉTICO

Apocalipse é o último livro da Bíblia e foi escrito por João, o mesmo que escreveu o Evangelho segundo João e as três cartas I, II e III João. João foi um dos três apóstolos mais ligados a Jesus (Pedro, Tiago e João) e escreveu este livro já no final de sua vida, no final do primeiro século. É um livro de difícil compreensão para alguns, mas de uma importância enorme, já que mostra como será o final dos tempos, o julgamento de todas as nações, a salvação dos justos e a condenação dos pecadores.

APOCALIPSE 

Ao contrário que muita gente pensa, a palavra Apocalipse originalmente não significa “fim do mundo” ou catástrofe”, mas significa “revelação” em Grego. Apocalipse ou a Revelação de Deus a João é por isso que este livro também é por alguns chamado “A Revelação de Deus a João.”

Deus Abençoe á Todos!

TEXTOS QUE VOCÊ POSSA SE INTERESSAR TAMBÉM:

Créditos: Imagem
Anúncios