Os discípulos de JESUS, também foram considerados uma seita em sua época.

“Verificamos que este homem é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele é o principal cabeça da SEITA dos nazarenos.”
(At 24:5)

Pessoas tendem á definir que X igreja é uma seita, quando querem que a mesma mude seus ensinamentos e passem a ensinar do modo que eles querem! De acordo com as doutrinas deles e seguindo suas interpretações bíblicas.

Acabam que todos andam em círculo um falando do outro e que só eles (os da igreja contra sua doutrina) é quem interpreta a Bíblia corretamente! E quem pensa diferente deles está errado e se torna uma seita!

Observe: Para os Judeus o cristianismo inteiro é uma seita, para os católicos todos que não são católicos pertencem às seitas e para cristãos evangélicos ou cristãos unicistas são os outros que são seita e por fim, todos não se consideram como membros de uma seita. (Unicistas = Quem prática de adoração a um só Deus e nega a existência da Trindade – Pai, Filho e Espirito Santo).

Atualmente, o termo “seita” é usado livremente pelos escritores de temas religiosos, por críticos literários e outros, lançando ele como um bolo de lama contra quem quer que ofenda seu próprio tipo de sensibilidade religiosa. A palavra “seita” vem da mesma palavra grega que a palavra “heresia” e tanto “Seita” quanto “Heresia” são derivadas do termo Grego (HÁIRESIS), que significa: Escolha, partido tomado, corrente de pensamento, divisão… A palavra HERESIA quando foi traduzida para o latim, hairesis virou secta (Seita). Secta (significa seguir) significava em sua origem, qualquer grupo ou movimento cultural em busca de “chefia”.

Em palavras simples Seita é um grupo de pessoas que seguem as suas próprias ideias, suas próprias doutrinas! Seita: Doutrina que se afasta da opinião geral das pessoas, conjunto de pessoas que a seguem um líder é, por exemplo, uma comunidade “FECHADA”. Como entender esta questão:

Foi citada no Novo Testamento, quando o homem decide seguir suas próprias opiniões, criando novas doutrinas religiosas e seguindo novas seitas, como a dos saduceus e dos fariseus. “E, levantando-se o sumo sacerdote, e todos os que estavam com ele (e eram eles da seita dos saduceus), encheram-se de inveja.” (At 5:17).

Os Saduceus: Eles eram extremamente autossuficientes, ao ponto de negar o envolvimento de Deus na vida cotidiana. Eles negaram qualquer ressurreição dos mortos. Eles negaram qualquer vida depois da morte, defendendo a crença de que a alma perecia com a morte; eles acreditavam que não há qualquer penalidade ou recompensa depois da vida terrena. Eles negaram a existência de um mundo espiritual, ou seja, anjos e demônios.

Os Fariseus: Eles enxergavam a Palavra Escrita como inspirada por Deus. Eles acrescentaram tradições á Palavra de Deus, o que é totalmente proibido. “Declaro a todos os que ouvem as palavras da profecia deste livro: Se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro.” (Apocalipse 22:18-19). Eles tratavam tradições como tendo igual autoridade com a Escritura.

Uma seita, ela é aberta para qualquer pessoa participar?
Não… Geralmente ela é convidada e não é aberta a todos. A seita ela é formada por um grupo de pessoas, e não são todas as pessoas que tem acesso a elas…

Segundo dicionário uma seita segue “um líder”… Ai você pergunta se for assim os cristãos “todos” são seitas, pois seguem a Jesus? Neste caso o líder é “humano” com pensamentos “seus”. O termo “seita” é usado a grupos que seguem um líder vivo (de carne e osso), que promove doutrinas e práticas novas e não ortodoxas, ou seja, não religiosas. São normalmente grupos pequenos dos quais seus membros seguem uma única pessoa “carismática”, que muitas vezes se diz ser o próprio Deus ou Jesus encarnado.

Jesus respondeu: “Cuidado, que ninguém os engane. Pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Eu sou o Cristo!’ e enganarão a muitos” (Mt 24:4,5)

Seita quer dizer separado de Deus, que não tem ligação com Deus e não exalta o Nome de Deus.

É aquela religião que NÃO prega o evangelho genuíno\verdadeiro, que não está de acordo com a Palavra de Deus. Uma seita é qualquer grupo que se afasta do ensino da Palavra de Deus para divulgar suas próprias ideias religiosas.

Cito como exemplo os casos de suicídio coletivo de 39 pessoas da seita Porta do Paraíso, onde o líder que se dizia ser a reencarnação de Jesus convenceu seus seguidores á cometer suicídio coletivo, onde eles acreditavam que todos tinham partido para uma nave espacial próxima ao cometa Hale-Bopp, visível somente aos terráqueos.

Sectarismo, Seita é a “devoção” a uma pessoa ou coisa particular. Por exemplo, tanto um partido político como uma torcida organizada de futebol poderiam ser classificados como “seita”, pois ambas tem seus seguidores.

Se uma X igreja prega o cristianismo, mas distorce a Palavra de Deus á favor de alguém, está sendo herética (Herética – Doutrina diferente aos dogmas\normas da Bíblia). Então a doutrina que não segue a Bíblia como Ela é, tem o título de seita! Seita refere-se a um grupo de pessoas e a Heresia indica as doutrinas anti-bíblica defendidas pelo grupo.

Temos exemplos de lugares em que fazem reuniões de portas fechadas, onde tudo ocorre de forma secreta. São lugares que não é aberto ao público, onde você só pode entrar se for convidado, isto também se caracteriza como seita!

Algumas Características Comum nas Seitas:

1 – Jesus não é o centro das atenções; Geralmente é uma doutrina contraria a de Cristo.

2 – Normalmente as seitas possuem outros deuses ou profetas e acabam colocando Cristo em segundo plano ou até mesmo pregam contra a existência de Deus;

3 – Tem outras fontes doutrinárias além da Bíblia e creem apenas em partes da Bíblia;

4 – Consideram inspirados os escritos dos seus fundadores, ou seja, alguém que escreve alguma coisa sem estar de acordo com a Bíblia, mas que seus seguidores os colocam no mesmo nível da Bíblia;

5 – Geralmente ensinam o homem a desenvolver sua própria salvação. (Exemplo do caso do suicídio coletivo citado acima)

Quando não se conhece um ministério, não se deve sair fazendo um julgamento segundo o que ouve terceiros falar, antes, é melhor seguir a orientação de Jesus e examinar os “frutos” deles? Disse Ele: “Pelos seus frutos os reconhecereis.” (Mt 7:16). O verdadeiro cristianismo não é uma seita! Se você pertence a uma igreja, então cabe á você examinar com cuidado o que sua igreja ensina, e quais os “frutos” que os membros dela produzem. Os ensinamentos estão inteiramente baseados na Bíblia? Eles pregam a respeito de Jesus e Seu plano de Salvação? Em vez de produzirem “Os Frutos do Espírito”, eles manifestam em abundância “as obras da carne”?

“Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto como antes já os adverti: Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos.” (Gálatas 5:19,24)

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.” (Mateus 7:15,17)

Deus Abençoe á Todos!

OBS. A foto da postagem acima é de um ritual feito pela tribo Kuku-Kuku, localizada em Papua Nova Guiné na aldeia Koke. Os “corpos defumados de Aseki” como conhecido, são de seus antepassados, eles os preservam intencionalmente para ficarem expostos (enforcados numa “cadeira” de bambu) no alto de um penhasco. De fato, os locais acreditam que os mortos são seus protetores. O corpo ficará lá no alto pendurado até que seus parentes decidam trazê-lo de volta para algum tipo de “celebração”. Esta aldeia recebe visitantes sem problema algum! Quer encarar? Além disso, tem outros detalhes que não vou citar aqui.  

TEXTOS QUE VOCÊ POSSA SE INTERESSAR TAMBÉM:

Anúncios